Piatã FM 94,3 - A Rádio da Gente

CLIQUE E OUÇA Agora na Piatã FM - Roda de Samba

Entretenimento   22 de Julho de 2019 - Publicado às 19:24

Thor mulher? Entenda a história da heroína que vai ganhar filme da Marvel

Personagem de Natalie Portman vai voltar à franquia – e agora vai poder segurar o martelo do Deus do Trovão

Um dos anúncios mais comentados do painel da Marvel na San Diego Comic Con, durante o fim de semana, a produção de um filme protagonizado por uma Thor do sexo feminino não deve ter surpreendido muito os fãs da gigante dos quadrinhos. Isso porque quem acompanha as revistas do estúdio provavelmente já conhecia o destino da personagem interpretada por Natalie Portman na franquia.

Nos dois primeiros longas, Thor (2011) e Thor: O Mundo Sombrio (2013), a astrofísica Jane Foster (Portman) foi apresentada como namorada do Deus do Trovão (Chris Hemsworth). A cientista não deu as caras em Thor: Ragnarok (2017) e só reapareceu para uma participação em Vingadores: Ultimato. O próximo filme, porém, será estrelado por ela graças a uma história em quadrinhos publicada em 2014. Na revista, o antigo Thor não consegue mais empunhar seu martelo – e Jane se torna a única com essa habilidade. Ela se transforma, então, na Deusa do Trovão.

Como Thor, Jane adquire todos os poderes do Deus do Trovão, incluindo a força e a capacidade de se transportar para outras dimensões. Ela ainda consegue manipular a eletricidade e o clima. Na aparência, ela ganha um capacete e um uniforme parecido com o do antigo Thor.

A nova posição como heroína, porém, vem a um custo pessoal para Jane. Na história dos quadrinhos, que ainda não se sabe se será levada também para os cinemas, ela é diagnosticada com câncer de mama e começa um tratamento com quimioterapia. A cada vez que ela assume o posto de Thor, no entanto, o progresso que ela vinha obtendo com o tratamento se esvai. A transformação, portanto, dá tom ainda mais heroico para a astrofísica.

O novo filme, que será dirigido por Taika Waititi (de Thor: Ragnarok), ganhou o título de Thor: Love and Thunder (Thor: Amor e Trovão, em tradução direta) e tem previsão de estreia para 5 de novembro de 2021 nos Estados Unidos. Durante o painel na Comic Con, a atriz Tessa Thompson, intérprete de Valquíria na franquia, também deu a entender que sua personagem será a primeira abertamente LGBT de um longa da Marvel. “Como novo rei de Asgard, ela vai precisar encontrar sua rainha”, disse.


Fonte: Veja / Foto: Alberto E. Rodriguez/ Getty Images/ Marvel/Divulgação


VEJA TAMBÉM

ÁUDIOSEspecial Piatã FM - ImaginaSamba